viernes, 21 de junio de 2013

Movimento Brasileiro #protestomaterno

Carta de uma mãe brasileira.

Sou uma mãe brasileira que mora no exterior, e se tem uma coisa que todos os brasileiros que moramos no exterior temos em comum é que, às vezes, nos sentimos mais brasileiros que antes, quando morávamos no Brasil. Engraçado isso e até irônico, mas é assim. Um sentimento de brasilidade nos invade com força e não importa quantos anos moramos "fora", podem ser até mais anos dos que moramos no Brasil, simplesmente sentimos que sempre seremos brasileiros (com muito orgulho, com muito amor).

Uma das minhas maiores preocupações como mãe brasileira que mora no exterior (mas acompanhando sempre o que tá acontecendo no Brasil), é como educar a minha filha na cultura da nossa pátria (amada) Brasil.

Ela nasceu na Espanha, mas o meu desejo e a responsabilidade de que ela se sinta também brasileira, começou antes dela nascer, quando eu fiz o tradicional chá de bebe virar chá cultural. Pedi que os presentes fossem músicas, filmes e livros de personagens infantis brasileiros. Era uma maneira de criar um pequeno mundo brasileiro dentro de casa. Para um bebê de 5 meses, esse "pequeno Brasil" ainda cabe dentro de casa, mas um dia ela vai crescer e tomar consciência do grande Brasil que existe fora de casa e essa é a razão pela qual eu escrevo. Esta carta é para ela.

A minha filha precisa saber que no ano em que ela nasceu, também nasceu uma esperança no povo brasileiro, que saiu às ruas, cansado de ser enganado. Ela precisa saber que no ano em que ela nasceu, o povo unido se manifestou (só a favor da manifestação sem violência) contra a injustiça e a falta de moral dos governantes. Todos os cidadãos com a mesma bandeira e a mesma causa: construir um Brasil melhor.

Resumindo, ela precisa saber que em 2013 começamos a escrever a nova história do Brasil.

protesto materno #protestomaterno

protesto materno #protestomaterno


Sobre o movimento #protestomaterno:


"O Protesto Materno surgiu da vontade de mães fazerem algo pelo país, já que nem todas podem ir para as ruas com o seu filhote. O movimento começou com a adesão de mães blogueiras (mais de 150), que postam em seus blogs nessa sexta-feira suas visões e opiniões sobre o movimento legítimo e democrático que toma conta das cidades! O protesto reúne outras centenas de mães conectadas - que já estão divulgando o manifesto virtual via redes sociais – e as que decidiram levar essa união materna de volta para as ruas.

O intuito é engrossar as manifestações pacíficas que estão acontecendo pelo Brasil, apoiando mudanças além dos 20 centavos e que, sem dúvida, podem fazer da nação verde-amarela um lugar melhor para nossos filhos. Lutamos por educação, saúde, segurança, menos impostos, um basta a corrupção e impunidade.

Nem precisa ser mãe para divulgar o banner e a tag #protestomaterno, criados para representar a iniciativa – que pertence a todas as famílias brasileiras! Mas que fique claro; isso não é apenas a circulação de um banner bonitinho; é a união de pessoas realmente preocupadas com o futuro dos filhos!

Já são mais de 150 blogs maternos participantes, com o apoio de movimentos nas ruas de várias cidades. Nesta sexta-feira, às 10 horas da manhã, haverá um twitaço para balançar esse país!

Porque quem disse que mãe só entende de fralda?! Mãe entende do futuro dos filhos e quer o melhor para eles! Vem com a gente! Ajude, compartilhando, escrevendo, divulgando os links e acompanhando pela tag #protestomaterno! Também usamos #mudaBrasil#acordabrasil #vemprarua #ogiganteacordou."

2 comentarios:

  1. Hoy el post está solamente en portugués porque estoy participando de la manifestación #protestomaterno en internet. Pero lo traduciré próximamente para también compartir con vosotras.

    ResponderEliminar
  2. Muito bom, legal tudo que vc disse e o chá da Marina foi muito diferente mesmo,eu sei que ela vai poder se Deus quizer se orgulhar muito do bjsnosso Brasil,e num futuro muito próximo,bjs

    ResponderEliminar